"Dentro da Casa"



















  Ontem eu assisti online um dos filmes que havia chamado a minha atenção na programação, mas que não consegui assistir nos cinemas, o filme francês de François Ozon "Dentro da Casa". Como o filme prendeu a minha atenção do começo ao fim vim mostrar para vocês um pouco mais sobre o filme. Aqui vai a sinopse - lembrando que a classificação é de 14 anos;

Um pouco cansado da rotina de professor, Germain (Fabrice Luchini) chega a atormentar sua esposa Jeanne (Kristin Scott Thomas) com suas reclamações, mas ela também tem seus problemas profissionais para resolver e nem sempre dá a atenção desejada. Até o dia em que ele descobre na redação do adolescente Claude (Ernst Umhauer) um estilo diferente de escrever, que dá início a um intrigante jogo de sedução entre pupilo e mestre, que acaba envolvendo a própria esposa e a família de um colega de classe.

   Quando mais um ano se começa, Germain, professor de Francês, fica com a turma C dos 16 anos; assim que passa sua primeira redação para a classe, Germain se sente desapontado com a turma que pegou, já que nenhum escreve com sinceridade ou tem o "dom" da escrita. Mas logo ele chega na redação de Claude que contou sobre o fim de semana que passou na casa de seu colega de classe, Raphael, e lá o professor descobre um possível grande escritor.
  A cada semana que passa, Claude traz um próximo capítulo de seu história e sua visão da família do colega e seus desejos fazem com a esposa de Germain fique preocupada com o rumo que a história pode se seguir. Porém, Germain talvez esteja cego demais com a grande história para notar que talvez ela seja real e não a mera imaginação de Claude.

Germain e Claude
























  Acho que a minha parte preferida do filme foi que ele é em francês, haha. Adoro filmes em francês por toda a filmagem e o que as histórias te fazem. São aqueles filmes que te dão um monte de emoções e ideias e que você fica questionando o final até que o mesmo aconteça; e bem, Dentro da Casa faz isso: minhas emoções no final foram de muita raiva e depois fiquei muito perplexa!
  Claude escreve de um jeito super diferente e durante o filme vemos a "encenação" das cenas que ele escreveu, o que nos leva a pensar: o que é verdade, o que é mentira? Até aonde o professor irá para ler o final da história? E Claude, o que é? Um psicopata ou um aluno problemático? Essas perguntas ficaram enchendo a minha cabeça o filme inteiro, por conta delas eu não queria pausar o filme um segundo e provavelmente o mesmo acontecerá com vocês. Mas ainda sim recomendo.

Claude em pé e a família do Raphael sentada, dentro da casa.






















    Uma das minhas cenas preferidas é logo no começo, é quando Claude se veste para ir a escola e logo mostra o pátio vazio e todas as crianças começam a entrar de montes, conversando e rindo; aquela cena me pareceu tão real que me pergunto se não filmaram uma escola em segredo para poder mostrar isso, hahaha. Na minha opinião, Claude era um psicopata que sabia escrever muito bem, as ações dele me deixaram até um pouco assustada pois muita das coisas que aconteceram no filme eu não esperava! - se eu tenho dó do Germain? Só, tipo, muito! Hahahaha.

   Para quem quiser ver o trailer do filme, aqui, e para aqueles que quiserem ver o filme, nesse site tem vários lugarem que o tem online - recomendo o VideoSlasher. O que vocês acham do filme? Cuidado com os grandes spoliers!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou dessa postagem? Deixe seu comentário!