"Romeu Imortal" de Stacey Jay

Nome: Romeu Imortal
Autora: Stacey Jay
Nº de páginas: 319
Livro anterior: Julieta Imortal
Editora: Novo Conceito



Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.





Há certas decisões que ninguém deveria tomar em nome de outra pessoa, não importa o quanto suas razões sejam nobres para ter erguido a arma .


   No finalzinho de 'Julieta Imortal', Romeu consegue uma chance de consertar seus erros. Com a ajuda da Enfermeira de Julieta, ele vai para uma outra realidade e lá ele tem a missão de conquistar o coração de Ariel Dragland (a mesma pessoa que Julieta 'possuiu' no livro anterior) em três dias e fazê-la acreditar no amor. Assim, ele é enviado ao corpo de Dylan Stroud (o mesmo que Romeu já havia pegado), segundos antes de Ariel fazer o carro capotar.
   De uma realidade para a outra ocorre algumas mudanças, nessa as mudanças são poucas no tempo presente (ou não); uma das maiores e mais significativas é o fato de Gemma, melhor amiga de Ariel, estar sumida, fazendo com que Ariel não tenha nenhuma amiga para mantê-la longe do Dylan. Nessa realidade também há uma imensa mudança que afeta principalmente o pobre Romeu.



  Eu tinha uma grande expectativa para esse livro, principalmente pelo fato do livro ser em torno do Romeu e por causa que a capa é uma das mais lindas que eu já vi, mas isso nem se compara ao quanto gostei do livro e como eu simplesmente amei a história e os personagens. Amo o jeito que Stacey escreve, como ela consegue colocar 500 mudanças e revelações que mudam o curso do livro de um capítulo para o outro. Amo o Romeu, seu jeito e sua narração, e amo a Ariel que também narra o livro de vez em quando e que tinha quase certeza que odiaria pelo pouco que foi dito sobre a mesma no livro anterior; e principalmente, amo eles como casal, um dos meus preferidos!


  A única coisa estranha é que em partes da história, começando pelo Intermezzo que é narrado pela Julieta em 1304, me deixaram confusa ainda mais se você for comparar com o final que Julieta recebeu no livro anterior. Meu conselho é que você esqueça o final do livro anterior e/ou não ligue para a confusão que o livro irá fazer com a sua mente e siga em frente, pois no final há uma explicação (não muito papável, mas ainda sim uma explicação).
E as estrelas serão belas e brilhantes, mas nunca tão brilhantes como Ariel.

   Fora essa estranha confusão, o livro é incrível e cheio de suspense, romance e aventura. Recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou dessa postagem? Deixe seu comentário!