A Invenção de Hugo Cabret

Hugo-poster02_large

 Queria ver 'Hugo', ou como foi intitulado aqui no Brasil 'A Invenção de Hugo Cabret' desde que saiu o primeiro trailer no ano passado. O filme foi baseado no livro com o mesmo título que fiz questão de comprar e devorar em menos de dois dias, e contém dois dos meus atores preferidos: Asa Butterfield e Chloe Moretz.
 Se valeu a pena esperar quase um ano para ver o filme? Claro, preferia que não tivesse demorado tanto, mas claro que valeu a pena. Entrou para a minha lista de filmes que vou ver sempre que der vontade ou tiver passando na televisão - algo que ainda não está acontecendo e tive que fazer meus pais alugarem o filme, após muita insistência minha.

Hugo_asa-butterfield-check-rear_image-credit-paramount-pictures1_large

A história se passa em uma estação ferroviária em Paris na década de 1930. O personagem principal é Hugo Cabret (Asa Butterfield) que tem apenas 12 anos e cuida para que todos os relógios da estação estejam funcionando perfeitamente, pois assim o inspetor não saberá que Hugo está sem nenhum responsável e o mande para o orfanato.
 Hugo também esconde algo, seu pai uma vez trouxe para casa um autômato e juntos começaram a trabalhar, mesmo após a morte de seu pai, Hugo continua a trabalhar no robô sabendo que ele tem uma mensagem de seu pai. Só que para concertar o robô, Hugo tem que roubar peças de brinquedo, e acaba com o problema que o dono da loja de brinquedos o pega e tira dele um caderno que contém anotações do pai de como concertar o autônomo. Junto com Isabelle (Chloe Moretz) Hugo tenta recuperar o seu caderno e descobre um grande segredo com o autônomo.

Tumblr_m0b0zlx84d1qlcpyoo1_500_large

Tenho que parabenizar a todos que fizeram parte da produção do filme, desde dos atores até o diretor; o filme é lindo, cheio de efeitos especiais e merece os 5 Oscar que ganhou. Fiquei ainda mais apaixonada pelos atores ao ver o trabalho deles. Toda vez que o Asa chorava, tinha vontade de entrar na tela só para abraçar ele. E me identifiquei muito com Isabelle, o jeito que lia livros e esperava e desejava viver uma aventura. E amei como Asa e Chloe trabalham bem juntos, parecem que se conhecem a séculos e tem algo entre os dois.
 O filme ainda conta sobre a historia do cinema, que é muito interessante. Mostra uns dos primeiros filmes já feitos e como eram feitos. Como Georges Méliès que certamente existiu e foi um dos maiores cinematográficos do cinema mudo, com direito a 500 curtas, sendo algum deles coloridos.



 Alguém aqui já viu o filme? Gostam tanto dele quanto eu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou dessa postagem? Deixe seu comentário!